Em tempos de WhatsApp, sinto saudades de ligações


Dia desses vi um post no facebook que dizia o seguinte: "em tempos de WhatsApp, ligação virou prova de amor". Achei engraçado, e confesso que há um pouco de verdade nela. Eu - como a maioria dos mortais - uso muito o aplicativo, é rápido, prático e muito comodo, mas às vezes sinto falta das antigas ligações sabe!?

Ouvir a voz do outro, as variações de humor, perceber as nuances da conversa, a reação natural da pessoa ao ouvir algo que você disse, me parecia, mais vivo do que o uso frequente dos emojis, que por vezes esconde o que estamos sentido de verdade.

Sinto falta de ouvir aquela gargalhada gostosa que o outro dá ao nos ouvir falar algo que julgou ser engraçado. Hoje, restaram apenas o "kkkkkkkk" que por vezes é enviado sem que expressão de risada alguma tenha chegado ao rosto.

Saudades de ouvir a voz de sono do outro, resistindo mais um pouco só para ficar ali, conversando contigo por horas e horas, saudades de não ter que esperar horas e horas por uma resposta que muitas vezes (embora nem sempre) é muito bem pensada antes de ser dada.

Na ligação é já, é agora, vozes que se encontram, se conversam e juntas contam e recontam histórias, e talvez nos dias atuais, reservar um tempo para ligar para outro, de fato, possa ser visto como uma prova de amor, afinal entre a comodidade do WhatsApp e a conversa em ligação, nem todos escolhem a segunda opção.

Ao escrever um texto assim, percebo que talvez esteja ficando velho, (rss), com uma nostalgia pelas coisas que passaram e continuam passando. Embora não tenha mal algum nisso, é engraçado às vezes usar frases do tipo "...no meu tempo não era assim", coisa que Mainha dizia e que eu dava risada, hoje faço o mesmo, e percebo que o tempo passa e brinca conosco como um palhaço irônico e sarcástico.

E embora sinta falta das ligações, confesso que sinto ainda mais falta do olho no olho, do abraço, o toque na pele, o beijo de chegada e despedida, porque embora a gente vá usando esses meios para diminuir a saudade que por vezes se faz presente, nada supera, a conversa ao pé do ouvido, o cheiro no cangote, e as risadas dadas juntos.

Em tempos de WhatsApp, se possível, liga para mim. Acho de um carinho e de uma delicadeza que são incríveis.

Mas do que saudades das ligações, eu sinto falta de você, preenchendo o meu dia, dividindo comigo momentos, partilhando histórias, rindo de coisas bobas, fazendo coisas nossas que os outros não vão e nem precisam entender.

Joanderson Oliveira