Um dia digno de once upon a time


Dentro da infinitude dos dias normais que temos, alguns dias nos trazem um algo a mais, um sorriso, um gesto, uma palavra, um olhar e risadas, sim porque elas são importantes.

Mas o que torna um dia, especial?

O meu dia se tornou especial graças a um sorriso afetuoso, um abraço acolhedor e um passeio digno dos contos de fadas. Como crianças que sonham andamos por entre árvores e nos beijamos despretensiosamente, rimos das nossas conversas e percebemos que alguns dias são grandiosos demais para caber no calendário.

Seria loucura eternizar aquele momento? Loucura ou não, meu coração, dono de si, fez questão de guardá-lo no seu lugar mais secreto, onde o esquecimento não passa perto e onde o tempo não pode transformar esse dia em passado, pois ele certamente será sempre presente.

A delicadeza e o toque dos teus lábios ainda estão em mim, as tuas palavras ainda chegam ao meu ouvido como uma brisa suave, como se os melhores afetos tivessem se transformado no vento, que como menino brincalhão me abraça e me faz suspirar recordando cada momento.

Se você me perguntar a data especifica, vou te dizer que números não marcam momentos eternos, esse dia foi o ontem, e o hoje e talvez quem saiba torne-se o amanhã, afinal das imprevisibilidades do amor, você é a melhor.

Quando tudo começou? Em que momento demos início a esse encontro? Às vezes penso e não quero encontrar a resposta, talvez por medo, medo de estar sonhando e tais perguntas me despertarem desse sonho que me tira o sono, que me mostra aquilo que eu já sabia: o amor sempre surpreende.

Alguns encontros são casualidade, destino, sorte... já eu, digo o mesmo que nos diz uma bela canção, "o nosso santo bateu...", e isso, apenas isso é o que importa.

O que somos? Definições não importam no momento, importa o que sentimos, importa que ao seu lado eu descobri que o mundo para e começa a girar de uma forma diferente, como se fossemos infinitos, como se o mundo se resumisse a nós dois, como se o amanhã nem fosse uma possibilidade, como se o relógio não mais marcasse as horas, como se por fim fossemos eternos.

Suponho que nem mesmo o melhor dos escritores, no seu dia mas inspirador pudesse escrever um dia tão lindo como foi o nosso, um dia que até mesmo o once upon a time teria inveja, mas sorriria ao nos ver enamorados.

P.S.: já descobri onde você sente cócegas, irei ganhar a briguinha de quem sente mais cócegas com certeza.

Joanderson Oliveira