Procura-se alguém...


Procura-se alguém para dividir momentos e construir memórias, alguém que goste de atenção, mensagem de bom-dia, alguém que não ache estranho o fato de eu responder rápido no whatsaap, alguém que não faça do relacionamento uma arena de joguinhos.

Alguém que não finja que não gosta para parecer que gosta, (qual a lógica nisso?), alguém que não se faça de difícil, achando que assim vai me conquistar mais rápido. Gosto da sinceridade, e não do vamos-brincar-que-não-quero, pois é assim que as coisas dão certo agora.

Procura-se alguém para ver um filme agarradinho, para discordar sobre os personagens daquela série que te deixa louco e defender seu ponto de vista de um jeito provocativo. Procura-se alguém que não fique com preocupações fúteis, seguindo regras infundadas sobre como se comportar em um relacionamento. 

Procura-se alguém que goste mesmo é de autenticidade, alguém que admita que sente saudade sem achar que isso é uma fraqueza, alguém que não tenha medo de amar, alguém que caminhe na chuva de mãos dadas, alguém que entre o pensar e o sentir, escolha viver loucuras até onde der, até onde o amor nos levar.

Alguém disposto a dançar comigo, mesmo sabendo que eu vou errar todos os passos, mas que dê risada do meu lado desengonçado e sorria para mim dizendo: "amor, é assim que faz, segue meus passos".

Procura-se alguém que não faça uso de pretextos para ficar distante, mas que seja sincero para dizer quando as coisas não estiverem bem. Alguém que divida um cachorro-quente com coca-cola, e dê risada dos momentos simples, entendendo que o importante é está ao lado de quem se gosta.

Procura-se alguém para um encontro mais sofisticado, afinal nem só de cachorro-quente se faz uma relação. Alguém que goste de ir ao cinema, a praça, a esquina, a praia, a rua, ao jardim, em qualquer lugar que nos una, que nos aproxime, que nos permita está perto.

Alguém que sonhe bastante, cada vez mais alto, alguém que acredite nos meus sonhos - por mais loucos que sejam - e que me encoraje com um beijo e que segure minha mão quando eles não derem tão certo.

Procura-se alguém para viver o simples, para sentar embaixo de uma árvore, passa a tarde ouvindo músicas e sorrir ao perceber de como precisamos de pouco para sermos muito.

Procura-se alguém que não tenha medo de amar - e que se tiver medo, vá com medo mesmo -, alguém que goste de ficar, alguém que não vá embora, que não ligue para os textos cheios de amor que irei escrever inspirado em nossos momentos juntos.

Alguém que não ligue para o meu gosto musical, que vai de Adele a Marília Mendonça na minha confusa playlist que tá longe de seguir algum padrão. Cassia Eller está por lá, Nando Reis, forró, MPB, sertanejo, ou seja, alguém que goste da minha deliciosa confusão.

Procura-se alguém imperfeito, disposto a amar sem medo, sem reservas. Sabendo que teremos dias clichês, dias únicos e dias só nossos. Alguém tão inteiro quanto eu sou, pois não me contento com metades.

A questão é, ainda tem alguém que goste dessas coisas simples? Alguém que não precise fingir desinteresse. Alguém que se jogue comigo e se permita viver.

Alguém que entenda que eu não quero ser mais um, que saiba que amar comigo é coisa de corajoso. Se você não tiver medo vem, estou esperando de braços abertos, só não demora, nem faz joguinho. Se quer queira hoje, agora, porque amanhã eu já fui embora.

Joanderson Oliveira