Me procure e talvez me encontre...

Me procure entre os excessos pois lá estou, nos versos de amor, entre as frases ditas e não ditas, entre o abraço de adeus e o beijo da despedida, nas declarações exageradas, nos gestos desmedidos, entre a palavra quase proferida e aquelas que não foram contidas. Sou aquele que ultrapassou a linha tênue da realidade e da expectativa.

Me procure entre o "bom dia", "tudo bem com você?", "saudades", pois lá devo estar passeando. Me procure e por favor me encontre, e quando me encontrar me mande voltar para mim mesmo, me perdi do meu "eu", eu sei onde ele está, mas por alguma razão não estou indo até lá.

Me procure nas lágrimas que descem e molham um rosto que embora seja meu, às vezes eu não o reconheço, me procure entre os sonhos de dias melhores e a certeza de que eles chegarão. Me encontre entre a atração e o tesão. Me procure entre o sim e o não, muito embora seja no talvez que você vá me encontrar.

Me procure, só por favor não me deixe por lá, como um viajante a deriva em meio ao mar. Me procure entre o que eu fui, o que eu era e o que serei. Me dê a mão e viva comigo um grande talvez. Me procure entre os amigos, os mais chegados, os de perto, os de longe, os que ainda nem conheço. Entre os sonhos mais loucos e absurdos, entre a igualdade e crueza desse mundo. Entre a esperança e a fatalidade, entre o tudo e o nada, entre o nada e o tudo.

Me procure naquelas mensagens no celular, entre as tantas ligações que não foram atendidas, entre a curtida no facebook, na mensagem do whatsapp, em uma postagem do snapchat. Me procure dentro desse texto e tente desvendar os segredos que aqui espalho, aquilo que digo, aquilo que guardo, aquilo que sugiro e o que você pode encontrar.

Me procure naquele olhar maravilhado, no sorriso bobo de um cara apaixonado, me procure no eu te amo dito em meio as lágrimas, nas pontas dos pés que se esforçavam para ficar mais alto, pois a recompensa seria ir de encontro aos seus lábios.

Me procure além desse texto, me investigue em tudo aquilo que escrevo e se me encontrar me mande de volta, estou cansado de desencontros, de caminhos que não conheço, não me julgue mas as vezes eu sinto medo. Me procure no presente, no passado, quiçá no futuro, me encontre no meio de completos absurdos.

Me procure e me encontre no meio do amor, pois é lá que me escondo.

Joanderson Oliveira