Nossa ponte


Hoje quero apenas respirar esse ar com cheiro de outono... Outono não, primavera. Porque sim, as flores brotam no meu jardim... E de alguma forma estranha sinto medo. Mas um medo passageiro, que se vai quando ouço sua voz.

Espalhei minhas palavras, com a intenção que elas te trouxessem até mim... acho que deu certo, afinal você chegou. O que temos são apenas possibilidades, muito embora devo dizer que quando penso em você eu só encontro certezas.

Você chegou assim, devagar, de leve, de uma forma encantadora. Ouvi dizer que meu coração fez uma reserva em seu nome, quando você vem buscar a chave?

Como é leve e gostosa essa sensação que você me traz. Eu estava te esperando meu bem, e eu só peço que seja natural, que seja recíproco, que seja cheio de afeto e muito carinho. Nada de perfeição, quero apenas que me faça suspirar o coração.

Hoje acordei e sorri feito um bobo! Sorri porque lembrei que você chegou e é real. Sorri porque você desperta em mim os melhores sentimentos.

Sinto que nessa ponte entre eu e você estamos construindo um nós. E eu já contemplo em baixo dessa ponte rosas desabrochando e sorrindo para nós. Exalando um perfume de carinho, novidade e aconchego, me lembrando que abraços foram feitos para serem dados, e se você quiser eu te dou os meus.

Vejo as pétalas de cada rosa a desabrochar e percebo o quanto elas me lembram um beijo. Me lembram todos os beijos que quero te dar.

Esse perfume de afeto que está no ar, só me faz ter ainda mais vontade de cultivar, de regar e de cuidar... essa leveza, esse "eu - você" que em "nós" passa a se transformar.

E eu só peço que a felicidade não deixe a tristeza chegar, e que se por acaso ela chegar eu e você, juntos tenhamos força para a expulsar.

Sim, sinto cheiro de carinho no ar, de alguma forma sei que é você a se aproximar, a sussurrar algum clichê, que nos seus lábios nem parece um clichê, chega até mim de forma, doce, sensual e envolvente.

Estamos na ponte, e o amor está a nos chamar.

Joanderson Oliveira