Divagando



Alguns sentimentos são fortes demais para os prendermos. É como querer prender o vento, uma hora ou outra ele encontra uma brecha e sai, sai e mostra toda a sua beleza e suavidade.

Quanto mais são presos, mais fortes se tornam, por isso deixe fluir, deixe o amor ir e vir, e apenas o sinta, assim sem qualquer explicação lógica ou racional.

Você vai ficar bobo, fazer coisas que normalmente você não faria ou diria, mas deixa vai, se deixe levar por esse sentimento que nos une, que nos move (pelo menos a mim rs).

Não tenha medo de dizer o que sente, não fique pensando em como poderia ter sido, arrisque e veja o que pode acontecer.

Hoje me disseram que um dia eu vou mudar minha forma de pensar, que um dia eu vou perceber que isso de amor é conversa a toa, que ninguém ama ninguém de verdade, e mas ainda da forma que eu acredito!

Mas... ai eu olho para você, vejo seu sorriso e sinto coisas que não sei explicar, e sim isso é amor.

Vejo sua boca, seus lábios... e lembro do seu beijo, e eu não consigo controlar, me vem um sorriso de orelha a orelha e sim isso é amor.

Olho toda a sua beleza interior e exterior e meu coração mais uma vez grita que isso é amor.

Vejo seus defeitos, suas manias, e continuo com o mesmo sorriso, e sim... isso é amor.

Toco sua pele e sinto como se um raio transpassasse o meu corpo enchendo de vida tudo em mim. E sim, isso é amor!

Fico olhando você, assim de longe e me vem um desejo maior que eu de que você seja muito feliz, e para mim isso é amor.

Talvez eu seja mesmo louco, mais vou continuar enxergando  a vida pelas lentes do amor, ou talvez seja ele quem me veja e me abrace todos os dias, afinal no mais simples dos gestos eu vejo o amor lutando contra tudo que dizem e fazem para que se acredite que ele não existe.

E acredite, nós (eu, você) vamos ganhar essa "guerra", afinal se amar for loucura eu sei que não sou louco sozinho, e ainda que fosse, eu não desistiria, porque muito embora eu não saiba muito bem como explicar, amar faz parte da minha essência.

Joanderson Oliveira