Quando a chuva passar


"Abra a janela e veja eu sou o sol
Eu sou céu e mar
Eu sou céu e fim
E o meu amor é imensidão".
(Ramon Cruz)

Olho em volta e percebo que nem tudo está bem, ainda chove lá fora, na verdade ainda chove aqui dentro.

Eu pensei que fosse uma chuva passageira mas me enganei, ela molha o meu coração lavando os meus sentimentos, ela desce no meu rosto e me faz reviver as melhores lembranças.

Não dá para abrir um guarda-chuva, ou se proteger em algum lugar. Esse tipo de chuva precisa ser sentida, é como se em determinados momentos da vida, nós precisássemos desse temporal interno que lava tudo, que tira as coisas do lugar, que remove pedras que estão muito amarradas, e nesses casos é melhor deixar chover, é melhor se render.

Se deixar inundar pela chuva de sentimentos, emoções, saudades e lembranças...

Enquanto a chuva não passa a gente brinca com ela, corre, pula, dança, faz alguma coisa sabe, mas faz, seja na chuva ou fora dela.

...Afinal, ela um dia passa! Um dia a tempestade acaba, o céu limpa, e percebemos que o sol está reinando e nos convidando para sonhar um pouco mais, para ser feliz, um dia de cada vez, sem pressa, aproveitando cada momento.

E quando ela passar não esquece de amar novamente, de se entregar outra vez e viver intensamente. Não culpe o amor se algumas coisas não deram certo, você não sabe o que ele tem reservado para você, caso você ainda não saiba eu vou te contar um segredo: o amor sempre nos surpreende.

O amor ultrapassa o tempo e as estações, ele resiste ao frio e suporta o calor, ele acontece de repente e às vezes devagar, às vezes é avassalador e às vezes é suave, ele só nunca perde a essência de ser amor.

Ele é paciente! Ele espera a chuva passar, e quando ela passar a gente se encontra onde o amor nos levar.

Joanderson Oliveira

Comentários

  1. Linda crônica meu amigo... muito linda, foi tão intenso o sentimento posto nela.
    Eu já passei por alguns tempestades dentro de mim, mas o sol sempre voltou a brilhar. O amor dentro de nós consegue sempre vencer tudo.

    Amei sua crônica :)

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus Joanderson!
    Para de De partir meu coração!
    Lendo teu texto se formou um rosto na minha lágrima!
    muito perfeito!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo Joanderçon, gostei muito até mesmo o titulo me chamo bastante atenção ate porque além de combina com o texto gosto muito de chuva, parabéns continue assim ;)
    Abraços!!!

    http://www.pedrosanttos.com/

    ResponderExcluir
  4. Oii Joanderson, tudo bem????
    A vida é assim mesmo né? As vezes um sol, as vezes garoa e as vezes uma tempestade. Mas passa. É aquela história que de depois da chuva, vem o arco íris :)
    Parabéns pelo texto. E que saibamos aprender, até mesmo com os momentos de fortes chuvas =D
    Um beijão
    profissao-escritor.blogspot.com.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Joanderson! Tudo bem? Nossa, tudo casou perfeitamente bem nesse texto: O texto é muito bom, a imagem que você colocou no topo do post é super linda e a música "Quando a chuva passar" é maravilhosa! Adorei tudo, parabéns! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oii,
    Nossa, que texto lindo, amei sua escrita!

    Já estou seguindo seu blog.

    Beijos
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Joanderson!
    Acho que o amor não vai muito com a minha cara! Hahaha... Só me faz sofrer. >.<
    Adorei seu texto. Sei bem como é esperar a tempestade passar e seguir em frente. É necessário.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Joanderson, que belo texto!
    Amei ler e ainda fiquei com a música na cabeça que combinou perfeitamente com o texto.
    Ainda que tenham chuvas que a gente escape, alguns pingos resvalem sobre nosso corpo. Enquanto há outras chuvas que não temos como escapar.
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
  9. Oii!!!

    Lindo texto, parabéns! Não pensei muito na chuva, pois em seguida ela passa, sempre passa, e o melhor ainda está por vir, tenha certeza.

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
  10. Muito bela crônica, Joanderson. Você e sua visão sábia e otimista a respeito do amor, além do uso adequadíssimo da metáfora. Muito obrigada por suas palavras, que me fizeram um bem danado. Meus parabéns e continue assim: nos tocando de forma tão simples e doce.

    Beijos!
    cacofonia-aguda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oie Joanderson =)

    Belíssima crônica! Adoro ler esses textos mais pessoais nos blogs.
    Adorei a forma como você tratou a chuva na crônica. Ficou doce e delicada, como um dia perfeito.

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  12. Adorei!
    E esse link que você com a música (que prefiro na voz da Ivete rs).
    Sou suspeito pra falar, mas música sempre me inspira.

    Um dia a chuva passa e o sol volta a reinar :)

    Abraços
    ​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
  13. Quanto sentimento em tão breve palavras. Me alegro em saber que já passei por tantas tempestades nesta vida e quando ela passa me sinto revigorada e sempre pronta para outra, porque a vida é assim, essas são as ordem das coisas, basta que passemos por tudo da melhor maneira possível.

    Um abraço meu querido Jó.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/2015/03/resenha-um-novo-amanhecer.html#more

    ResponderExcluir
  14. Muito mais que uma música, uma poesia essa letra.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Belo texto, Joanderson. Muito poético.
    Realmente, às vezes é preciso se deixar lavar por dentro, lavar a alma, recomeçar.
    É como um Restart no espírito.
    Muito bom!

    Meus blogs literários:
    O Poeta e a Madrugada (Contos e Poesia)
    Dark Dreams Project (Contos de suspense e terror)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Adorei, Joanderson !
    Simples e profundo ! Você arrassa!
    Abraço
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Que legal, Joanderson!

    Adorei a crônica. Não sei se já disse isso pra ti, maa você escreve super bem!

    Parabéns e aprecio bastante a música que você escolheu para incluir ao começo da crônica *-*

    Abs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Jo! Blzinha?
    Achei o texto muito tocante, e me identifiquei demais. Estou vivendo em uma tempestade a anos, e na realidade, tem sido dificil em alguns momentos, superar ela. Mas tenho mantido a força e erguido a cabeça. Acabei ganhando um trauma com me relacionar com outras pessoas, e talvez o fato da chuva ainda continuar aqui seja inteiramente minha, mas um passo de cada vez não é? Quando não se tem muita ajuda, tudo acaba ficando mais dificil.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  19. AH, que fofo, essa última frase então... De vez em quando temos que deixar essa chuva vir néh.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. A chuva do lado de fora não é problema, a do lado de dentro, sim.
    Mas de vez em quando é preciso deixar a chuva lavar tudo por dentro, né?
    Lindo o texto!
    Ameeeeeei, muito amor!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  21. Quando a chuva passar é preciso se permitir amar novamente! Mas amar intensamente, sem medo, sem receios! A tempestade ela vem e vai, mas o amor!! Ah esse deve continuar sempre!
    Belíssimo texto!!! Posso sentir o peso do sentimento posto a ele!!
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pela visita! Espero que tenha gostado da crônica! =)