Quando a chuva passar


"Abra a janela e veja eu sou o sol
Eu sou céu e mar
Eu sou céu e fim
E o meu amor é imensidão".
(Ramon Cruz)

Olho em volta e percebo que nem tudo está bem, ainda chove lá fora, na verdade ainda chove aqui dentro.

Eu pensei que fosse uma chuva passageira mas me enganei, ela molha o meu coração lavando os meus sentimentos, ela desce no meu rosto e me faz reviver as melhores lembranças.

Não dá para abrir um guarda-chuva, ou se proteger em algum lugar. Esse tipo de chuva precisa ser sentida, é como se em determinados momentos da vida, nós precisássemos desse temporal interno que lava tudo, que tira as coisas do lugar, que remove pedras que estão muito amarradas, e nesses casos é melhor deixar chover, é melhor se render.

Se deixar inundar pela chuva de sentimentos, emoções, saudades e lembranças...

Enquanto a chuva não passa a gente brinca com ela, corre, pula, dança, faz alguma coisa sabe, mas faz, seja na chuva ou fora dela.

...Afinal, ela um dia passa! Um dia a tempestade acaba, o céu limpa, e percebemos que o sol está reinando e nos convidando para sonhar um pouco mais, para ser feliz, um dia de cada vez, sem pressa, aproveitando cada momento.

E quando ela passar não esquece de amar novamente, de se entregar outra vez e viver intensamente. Não culpe o amor se algumas coisas não deram certo, você não sabe o que ele tem reservado para você, caso você ainda não saiba eu vou te contar um segredo: o amor sempre nos surpreende.

O amor ultrapassa o tempo e as estações, ele resiste ao frio e suporta o calor, ele acontece de repente e às vezes devagar, às vezes é avassalador e às vezes é suave, ele só nunca perde a essência de ser amor.

Ele é paciente! Ele espera a chuva passar, e quando ela passar a gente se encontra onde o amor nos levar.

Joanderson Oliveira