Você não me conhece


Eu sou essa gente que se dói inteira,
porque não vive só na superfície das coisas.
-Marla de Queiroz

Você que me vê todo dia, me diz "oi, bom dia", você não me conhece. Você que conversa comigo, fala de tanta coisa, e muitas vezes só fala mesmo (algumas pessoas não sabem ouvir) você não me conhece, nem sabe nada sobre mim, mesmo achando que sabe muito.

Você que já viu o meu sorriso, não conhece o peso das minhas lágrimas.

Você que tanto me pergunta se estou bem, não percebe que às vezes digo está bem por pura educação. A gente vive falando que conhece determinada pessoa, que ele é assim, ou assado. Mas conhece mesmo?

As pessoas são mais do que aparentam ser, sentir a essência do outro não é simplesmente conversar, ter contato... é algo mais, olhar no olho, vê além do que está sendo mostrado, descobrir as máscaras, os esconderijos, porque as vezes nos protegemos e não nos despimos para qualquer pessoa, não mostramos nem metade do que se passa dentro de nós, porque às vezes não é fácil entender o que se passa aqui dentro sabe? Aquelas coisas ocultas que guardamos e protegemos com muito cuidado.

Só conhecemos alguém de verdade quando mergulhamos por completo nessa pessoa, e isso hoje é tão raro, muitas pessoas são tão superficiais, vivem ao lado de uma pessoa a vida toda, mas se privaram de mergulhar fundo um no outro, mergulhar não deixa de ser um risco, nunca se sabe o que está guardado no fundo.

Você que vive na superfície dos sentimentos e das emoções, você não me conhece. Houve um tempo em que eu guardava meus sentimentos, tinha vergonha de falar daquilo que inunda meu peito, nesse tempo eu também não me conhecia, eu só achava que sabia quem era...

Até que um dia fui em frente ao espelho e apresentei o Joanderson ao Joanderson, desde então eu me conheço, mas é bem verdade que sempre surge algo novo, uma nova descoberta que se apresenta!

Eu sou daquele tipo que quando tem sentimento (amor) mete a cara, arrisca, se joga. Por mais que vez ou outra eu quebre a cara, me arrebente todo, mas é normal, tudo isso sera resolvido quando inventarem o pára-quedas do amor.

O que pensando bem é melhor que nem inventem, afinal o bom mesmo é cair no colo de quem amamos (e também nos ama), na maior e mais intensa queda possível, sem certezas, apenas com possibilidades, riscos e tentativas. O amor tem que ter emoção!

Eu sou aquele que sonha e que não aceita essa realidade amarga, onde não amar é normal, onde ser superficial é natural, não nada disso é normal, pelo menos não para mim.

Eu sou apenas alguém que acredita no amor, que acredita em um "Para Sempre" que vai até onde tem que ir, até onde dá, até onde o amor resistir, mesmo que para muitos ele já tenha entrado em extinção.

Joanderson Oliveira

Comentários

  1. Conhecer vai para alem do falar! É preciso saber ouvir o outro, enxergar além do seu sorriso!! O sorriso nem sempre é sinônimo de alegria!! Nem o " eu estou bem, não se preocupe" são de fato estar bem!!
    É preciso ter a sensibilidade de entender o outro até no silêncio!!
    Quem age assim, me entende, me compreende mesmo quando eu estou no silêncio!! Sabe se estou feliz ou triste apenas observando meu olhar, sem eu precisar dizer uma só palavra!!
    O amor é isso, enxergar o outro além da aparência, mergulhando profundamente na sua essência!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...e o que eu posso acrescentar além de dizer que concordo com tudo! :)

      Bjs ^^

      Excluir
  2. É até automático, né? "Tudo bem?", "Tudo e você?". A gente nem fala de coração se está bem ou não.
    Lindo o texto, mega verdadeiro.
    Ninguém sabe o peso que cada um carrega nos ombros.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desse jeito Teca! ;)

      bjs

      http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Ei, Joanderson!

    Parabéns pelo texto.

    Já tentei diversas vezes essa tática de me apresentar a mim mesmo, mas não rolou. Continuo descobrindo, pensamentos, sentimentos e atitudes novas que fazem com que eu esteja constantemente me renovando, reinventando e sempre sendo um desconhecido para mim mesmo.

    Abraços,

    http://legereoculis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Adorei o texto, bastante reflexivo...

    Parabéns!
    Beijos

    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Belo texto! Realmente o "tudo bem?" da maioria das pessoas é apenas por educação. O que é mt triste!
    ah te indiquei para uma tag, dá uma olhadinha lá no blog :D
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  6. Eu sou assim também meu amigo... quando amo, amo mesmo. Caio de cabeça em um relacionamento e faço de tudo para que dê certo. Muitas vezes me decepciono, sofro, choro, grito, me descabelo. Mas não desisto de procurar o meu final feliz (se é que vai chegar um dia rsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chega sim, o amor sempre encontra um caminho até nós... do contrário vamos atrás dele. Só não podemos desistir! ^^

      Abraços!

      Excluir
  7. Que deleite de leitura! Lindo, lindo! Também acredito nesses amores que hoje em dia andam em extinção (infelizmente).

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Joanderson!
    Adorei seu texto reflexivo. Infelizmente vivemos em uma sociedade muito automática, muito pouco sensibilizada e verdadeira. Entendi bem sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Mais uma linda crônica e ficando melhor a cada dia que passa, isso é se é possivel melhorar algo tão bom quanto os teus textos.

    Abraços querido.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/2015/02/resenha-enigma-mundo-interdito-rita.html#more

    ResponderExcluir
  10. Gente, para... que texto é esse? chorei aqui. Infelizmente a grande maioria que diz que nos conhece, que fala com a gente, não conhece nem a metade de quem somos. Bem reflexivo o texto, belas palavras... Parabéns!
    Beijos
    Lendo & Apreciando

    ResponderExcluir
  11. Caramba que texto maravilhoso é esse? Amei, sei bem como é se esconder e perceber que a maior parte das pessoas não conhece nem um terço do que você é. Ninguém se interessa o bastante, ficam apenas na superfície.
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre fico impressionado com a verdade em suas palavras. Seus textos são muito, muito, muito, muito bons, cara! E, como de costume, sempre que eu comento aqui eu digo qual a minha parte preferida, desta vez foi: "Eu sou aquele que sonha e que não aceita essa realidade amarga, onde não amar é normal, onde ser superficial é natural, não nada disso é normal, pelo menos não para mim.".

    Parabéns pelo texto, você tem futuro! Sucesso!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Gleydson! Valeu mesmo! Brigadão... hahaaa que bom que gostou!

      Abraços!

      Excluir
  13. Oi Joanderson!
    Profundo, adorei o texto.
    Conhecer vai muito além do cumprimento, da frequência com que vemos a pessoa... Vai muito além de tudo.
    Há muito a se conhecer.

    Parabéns!
    ​​​​​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
  14. Ah, Joanderson!
    Adoro sua visão realista sobre os sentimentos; algo como separar o êxtase provocado pelo beijo do contato físico dos lábios. Ao ler suas crônicas, sinto certa empatia, pois há uma profundidade maior do que nelas expressa. Parabéns, Joanderson, eu gostei muito.

    Beijos!
    cacofonia-aguda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário mais cheio de afeto senhor rss! :) ^^

      Obg Agatha! Bjs

      Excluir
  15. Oi Joanderson, pior que é bem assim mesmo né? Acho que nunca podemos conhecer inteiramente as pessoas. Todos têm segredos e acho que quando queremos, somos capazes de escondê-los muito bem. Mas é sempre bom, poder contar com alguém de verdade, falar o que sentimos, revelar nossos amores.
    Mas as vezes, nem nós mesmos nos conhecemos. Nem nós mesmos, sabemos o que queremos muitas vezes. Mas é se olhar no espelho da nossa vida e tentar entender :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pela visita! Espero que tenha gostado da crônica! =)