Visitado por palavras


Hoje acordei com uma sensação gostosa, com palavras doces me cercando por todos os lados, afastando palavras amargas que vez em quando batem a minha porta. Não me entenda mal, mas nem sempre tenho apenas frases bonitinhas para serem ditas, muitas vezes tenho frases amargas, textos tristes, que são frutos de minhas cicatrizes, provas do que já passei. É que sou feito de palavras! Sejam elas doces ou amargas.

Hoje as palavras vieram me mostrar (me perguntar!) aquilo que eu não quero...

Não quero amores pela metade, beijos sem vontade, tesão de ficção, ou um amor fora da realidade.

Quero um amor que tire meus pés do chão, que me beije com paixão, com amor, com carinho! Quero um amor que me faça bem, alguns não fazem, tiram a paz, dão dor de cabeça, provocam lágrimas, nos deixam no chão e esses eu não quero.

Quero um amor que me acorde pela manhã, com um bom dia recheado por um sorriso, que me abrace apertado... Quero um amor que queira me descobrir... e que seja de verdade!

Vem, me dá a mão! Segura firme e vem... sei que o caminho é incerto, só temos possibilidades, mas arrisca, se permite, se entrega, se deixar levar.

Vamos andar de bicicleta, vamos pedalar sem destino, apenas pelo prazer de estarmos lado a lado. Vamos assistir a um filme bem clichê, comédias românticas para nos divertir, ou talvez um filme de terror se preferir (nesse caso segura bem a minha mão, e finge que não está me vendo de olhos fechados nas horas do "terror" rsrs)...

Vamos contemplar a lua, caminhar na rua e sorrir como bobos apaixonados!

Falta isso sabe? Falta simplicidade nos amores (pelo menos em alguns), já ouvi pessoas dizendo que "fulano" não serve, pois não tem isso, falta aquilo... é pobre demais, parece até que as pessoas são produtos em prateleiras, e se escolhe aquele que pode trazer mais vantagens! E eu pergunto, isso é amor? Não, não é!

A correria do dia a dia muitas vezes faz com que fiquemos acomodados, não falamos mais para quem está ao nosso lado o quanto ele(a) é importante, o quanto o amamos. Sabe?! Para pelo menos um minuto e faz algo especial para quem você ama, mande flores, ligue, mande um sms, mas não pega frases prontas não, escreve aquilo que ta dentro do seu coração, pode ser apenas uma palavra, mas que seja algo seu e que você quer dividir com a pessoa amada! Faça algo, qualquer coisa, só não fique de braços cruzados!

A gente muitas vezes esquece que o amor precisa de cuidados, se não ele acaba, ele não sobrevive, ele sufoca pela ausência de afetos. O amor precisa ser regado a cada dia, e não precisa muito, é só mostrar que se importa!

Joanderson Oliveira