Cuide-se

Créditos da Imagem: Um Cartão
"Fico besta com quem perde a compostura por
não gostar de algo ou alguém: tão mais simples desconectar.
Não ouça, não leia, não prestigie.
Dê atenção ao que tem sintonia com você.
E toque sua vida, sem agredir".
- Martha Medeiros

Concordo  com a Martha Medeiros, e também não compreendo essa inquietação e incomodação por coisas que não gostamos ou com pessoas que não simpatizamos. A gente precisa aprender a respeitar o espaço do outro. Se algo me incomoda ou o outro tem atitudes que eu não acho certa, no mínimo tenho que respeitar.

Muitas pessoas se preocupam muito com a vida alheia: "Porque fulano comprou isso, porque fulano tem tal coisa, olha você viu com quem fulano tá namorando?"

Eu ainda me pergunto o que é que essas pessoas fazem da vida? E onde conseguem tanto tempo para cuidar da vida do outro?

E aí eu pergunto: O que isso contribui em nossa vida? Qual o propósito de ser fiscal da vida alheia?

Coloca a língua dentro da boca e fecha bem e vai cuidar mais de você mesmo, cuide-se, preocupe-se com a sua vida, deixa a vida do outro.

Se algo está incomodando você, desligue-se... procure coisas que tenham a mesma sintonia que você. Faça coisas que você gosta... Seja feliz, ao invés de ficar apenas contemplando (e falando) da felicidade do vizinho!

A vida na verdade é tão simples muitas vezes, e nós complicamos tanto as coisas, nos perdendo em bobagens. Não precisa perder a paz, o sono ou ficar se lamentando por coisas que não tem sentido. Procura se alegrar com a vitória de quem está próximo, eu acredito que tudo que liberamos volta para nós de forma muito maior, por isso espalhe coisas boas! Semeie! Afinal é como dizem a gente só colhe o que planta. O que você tem plantado?

Deixa o outro vai! Garanto que ele tem coisas melhores para fazer, como cuidar da própria vida.

Já que você está com tanto tempo livre, procure se ocupar...

Vai ler um livro, ou escrever um...

Ouvir uma música ou compor uma!

Preencha seus espaços com coisas boas, que fazem bem a alma e alegram o coração. Certos sentimentos (mesquinhos) não devem ser alimentados, faça uma dieta, ou melhor os mate de fome.

Alimente coisas boas e espalhe coisas melhores ainda!

Joanderson Oliveira