Uma carta para você


Oi meu amor!

Essa sem dúvida é a carta mais difícil que já escrevi, porque eu não conheço você (ainda), hoje é 22 de Janeiro de 2015, e eu espero que no dia que você lê essa carta ela faça tanto sentido para você quanto ela faz para mim agora.

Ainda não fomos apresentados, mas sei que Deus, o tempo, o destino... enfim, eu sei que vamos nos encontrar e eu preciso te fazer alguns pedidos e te avisar de algumas coisas sobre mim.

Eu sou chato, não sou a melhor pessoa do mundo, tenho muitos defeitos (e sim, algumas qualidades rss) mas não desiste não, vem e fica, prometo te mostrar o melhor de mim.

Espero que você entenda os meus silêncios, e quando eles chegarem apenas me abrace, não precisa dizer nada, mas me perceba, me note. Eu não espero que o nosso amor seja perfeito, (afinal somos todos imperfeitos) quero mesmo é que ele seja de verdade... que me faça bem e me deixe leve, que me dê borboletas no estômago, e arrepios no corpo inteiro.

Quando eu acordar de mau humor, apenas sorria para mim, eu acredito que um sorriso tem o poder de alegrar o mais chato dos humores.

Liga para mim de madrugada, gosto de ouvir aquela voz de sono, aquela meio cansada, meiga, que se esforça para continuar conversando.

Vamos assistir um filme, só nós dois. Vamos contemplar a lua e admirar sua beleza a nos iluminar. Vamos viajar, vamos viver, vamos nos amar...

Dizem que você não existe, que você não é real e que eu sou apenas um sonhador. Eu discordo é claro, estou até escrevendo está carta para você (mesmo sem saber quando você a irá ler).

Caso você não saiba eu gosto de rosas brancas, gosto de dormir abraçado, gosto de beijar demorado e escrever coisas que brotam em minha mente.

Não precisa dizer o tempo todo que me ama, mas eu espero que demonstre em suas ações, e de vez em quando fala, pois é tão bom ouvir.

Eu não sei como vamos nos encontrar, mas vou tentar facilitar, e vou construir uma trilha de palavras...

Procure as minhas palavras e você vai me achar! Vou deixar as melhores espalhadas para você, eu sei que você vai as encontrar e elas te trarão até mim.

Estou tão ansioso para sua chegada meu amor, nesse dia finalmente poderei dizer (e sentir) que valeu a pena cada minuto esperado.

Olha, desculpa a minha falta de jeito, nem sempre eu sei usar as palavras certas, mas quando as palavras faltarem, olhe nos meus olhos, elas estarão lá, afinal elas nunca me deixam, mas às vezes brincam de esconde-esconde.

Meu amor, não demore a chegar.

P.S.: Quando você chegar vamos marcar um piquenique (ou qualquer outra coisa), preciso te contar tudo que passei até te encontrar.

Beijos!

Com amor...

Joanderson Oliveira