Porque se permitir é preciso...

Já percebeu o quanto a gente reclama, diz que ta ruim, que quer que as coisas mudem? Eu vivo fazendo isso. É engraçado porque parece que esperamos que a solução de algumas situações que nos incomodam aconteça pelo acaso, surjam do nada. Mas pense: Como as coisas vão mudar se nós não mudamos, se nós não fazemos absolutamente nada para que de fato haja uma mudança... fazemos sempre o mesmo caminho, andamos pelas mesmas ruas e falamos sempre as mesmas coisas!
É preciso nos permitir sabe!? Deixar acontecer, se jogar de cabeça, se mover, fazer algo, se permitir amar e ser amado só cabe a nós, não adianta se prender ao que não quer acontecer, ao que não vai acontecer, por que às vezes (na grande maioria delas) nós somos o nosso maior obstáculo a ser vencido, insistimos tanto em algo que nos esquecemos de quem somos.
A vida é sem dúvida cheia de incertezas, nunca teremos garantias de que algo vai ou não dar certo, precisamos nos permitir viver para podermos confirmar ou não, se der certo maravilha, se der errado vamos para a próxima tentativa, só não podemos cruzar os braços.
Sim e eu sei que escrever e dizer essas coisas é bem mais fácil do que coloca-las em prática, eu sei bem disso! Vivo repetindo essas palavrinhas para mim todo santo dia, e vou continuar repetindo quantas vezes forem necessárias, eu tenho uma mania de acreditar que as coisas vão dar certo, vão melhorar e que algo muito bom vai acontecer, minha fé me faz acreditar nisso! (É importante ter fé...) e eu não quero nunca perder essa mania.
O fato é que devemos sair do nosso mundinho um pouco e buscar alguém para dar um passeio por ele, conhecer, viajar e talvez quem sabe fazer morada!
Eu sei que parece um papo bobo e meio clichê, apenas palavras... sim são apenas palavras, por enquanto, coloca-las em práticas é que poderá fazer toda a diferença!
Precisamos ser potentes onde nos é possível, no espaço que temos, e esse espaço sem dúvida é na nossa vida!
Tem uma frase que eu gosto muito que está em um dos livros de Harry Potter, que diz o seguinte: "São as nossas escolhas que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades".
Escolha se permitir! rss
Enquanto termino de escrever essa crônica digo a mim mesmo, leia, reflita e se permita!