Eu me entrego sem reservas!


Não tenho vergonha de dizer que amo, que quero, nunca tive vergonha de abrir meu coração para a pessoa amada. Mas não sou do tipo que sopra aos quatro cantos os sentimentos que trago no peito. Gosto sim de dizer, mas apenas para quem faz o meu coração bater mais forte. E não é com qualquer coisa que meu coração pulsa mais forte, a não mesmo!

Porque no fim, os outros saberem é apenas uma consequência, o principal é que a pessoa amada saiba e sinta que é amada.

O principal é aquilo dito olho a olho, vivido e sentido no toque da pele...

Eu sempre me lanço de cabeça nos meus sentimentos e isso é verdade tem me causado muitas dores, arranhões e cicatrizes. Mas não sei ser diferente... para mim se é para amar que seja com entrega total, sem medo.

As vezes é preciso mergulhar de olhos fechados, sem saber onde esse mergulho irá nos levar. Correr certos riscos faz um bem danado. Quem sabe o que o futuro nos reserva. Permita se surpreender!

Joanderson Oliveira