Cadê a tecla "delete" quando precisamos dela?


Seria tão bom se pudêssemos apagar os momentos ruins, os momentos de dor da nossa vida não é?

Já imaginou?! 
Sempre que magoássemos alguém poderíamos apagar o momento. Quando pisássemos na bola, quando o dia não estivesse muito bom, era só apertar...

...delete
...delete
...delete

Porque tem dias que você simplesmente quer apagar, não mais lembrar, esquecer! Mas esses dias não podem ser deletados, e às vezes demoram passar. Existem dores que por mais que você tente elas insistem em ficar.

O fato é que a vida não é um computador onde os erros podem ser apagados.

Na vida os erros servem de aprendizado. De lembrete de que somos seres humanos, que erramos, e que a vida vai seguindo apesar disso tudo.

Isso me faz lembrar de uma crônica da Clarissa Corrêa (um fragmento dela) que eu me identifico muito, me descreve bem:

"Eu erro muito. Quase todo dia pra ser mais específico.
Mas durmo com a consciência tranquila, com a alma serena.
Não faço mal para ninguém, ninguém mesmo.
Talvez eu magoe algumas pessoas sem querer.
Talvez, não, com certeza.
Ninguém é como a gente espera.
E eu já entendi que inevitavelmente a gente magoa e é magoado".

E é isso sabe?! Temos que aprender a lidar com essas nossas especificidades. Ninguém é certinho o tempo todo, ou está livre de cometer erros. Todos temos falhas, cometemos erros, e é verdade que eles não podem ser deletados de imediato. Mas certamente podemos aprender com eles e nos tornarmos pessoas melhores.

Entre magoar e ser magoado eu prefiro ser magoado, me dói muito mais saber que magoei alguém, fico buscando meios e formas de reverter a situação, e é bem complicado. Principalmente se a pessoa for importante para mim. Às vezes machucamos demais as pessoas que mais amamos, metemos os pés pelas mãos, enfim, fazemos besteira. Nessas horas o que mais queremos é poder apagar esse momento e fazer as coisas de forma diferente (pelo menos eu sou assim rss).

Ainda bem que existe perdão...

Não é feio ou vergonhoso pedir perdão. Quem pede desculpas e corre atrás do prejuízo mostra que se importa mais com o outro do que com o velho orgulho de sempre.

Deixa o orgulho de lado, faz as pazes com o outro, com a vida e principalmente contigo mesmo.

Porque amar (e ser amado) é a melhor coisa do mundo. Não temos a tecla 'delete', mais temos o amor que é a força mais poderosa do mundo e pode até não apagar os erros, mais com certeza perdoa.

Joanderson Oliveira