A máquina do tempo


Já pensou como seria fantástico se tivéssemos uma máquina do tempo?!

Sim, máquina do tempo.

Daquelas de filme sabe... para podermos voltar no passado e reviver momentos que foram especiais, e o mais importante poder concertar nossos erros e mancadas durante a vida.

Seria mesmo ótimo não é?

NÃO, não seria.

Tirando a parte do reviver momentos que foram especiais não acho que seria uma boa ideia poder voltar no tempo. (Por mais tentador que seja!)

Imagine que tipo de seres humanos seríamos. Presunçosos e arrogantes, para se dizer o mínimo. Uma vez que não teríamos erros, já que poderíamos voltar no tempo e concertá-los. Seríamos então perfeitos.

E por mais que errar seja um processo doloroso, ele é importante na nossa vida. Erros não são de todo ruins, eles geram aprendizado, crescimento. Podem nos levar a ser pessoas melhores. Se não soubéssemos o que é sentir dor, o que é errar, não poderíamos saber o que é de fato alegria, o gosto pelo acertar, entende!?

A vida não é um parque de diversões, muito embora se pareça em muito com uma montanha-russa. Cheia de altos e baixos.

Nossos erros e defeitos, assim como nossas qualidades fazem parte da gente, dizem quem somos. Errar é tão importante quanto acertar!

Isso nos faz humanos, imperfeitos! Em busca de alguém que ame os nossos defeitos, sim, defeitos. Afinal amar aquilo que o outro traz de bom é fácil, mas e o lado negro, a parte suja? Ela também existe, faz parte do pacote. Não se pode amar alguém pela metade. E os defeitos fazem parte desse pacote. Veja isso como um bônus da vida. Uma forma de você provar para ela que de fato ama essa pessoa, incluindo os defeitos. Afinal nós (eu/você) também temos muitos defeitos não é?

Já dizia Clarice Lispector: "Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro".

P.S.: Caso alguém tenha uma máquina do tempo por favor me informar, quero reviver os momentos especiais de que falei no início, prometo não mexer nos erros, nem tentar concertá-los.  Estarei ocupado (muito ocupado) revivendo coisas boas.

Joanderson Oliveira